Descrição do Projeto

Como funciona?

A UMAR implementa um programa de ação sistemática com os/as jovens, por turmas, explorando diversos temas no domínio da prevenção de comportamentos de violência.

É de salientar que apesar do projeto ter sido financiado apenas desde Novembro de 2008, esse já se encontra em funcionamento pela UMAR, em diversas escolas, há cerca de sete anos letivos.

A aplicação do Programa pressupõe a utilização de uma abordagem metodológica qualitativa, de base participativa, onde sejam desenvolvidas vivências pessoais e grupais, com o recurso a dinâmicas e estratégias de sensibilização, que impulsionem uma mudança de atitude dos/as jovens, no sentido do aumento da autoestima, bem como o compromisso e a coresponsabilidade necessária ao desafio de um processo de discussão/informação sobre a violência e a construção de uma cultura de paz. A criar uma rede de jovens empoderados/as capazes de refletir, pensar, mudar e agir autonomamente em situações ligadas às temáticas trabalhadas. Igualmente pretende-se envolver os demais atores/atrizes sociais das suas comunidades: escolar e familiar.

As sessões deverão desenvolver-se em três momentos:

  1. Momento organizador: lembrar os conteúdos da sessão anterior (5 minutos iniciais) e explicitar os conteúdos a tratar na respetiva sessão;
  2. Momento de desenvolvimento: exploração dos temas e atividades propostos para a sessão;
  3. Momento de avaliação: refletir sobre o que se aprendeu e como decorreram as atividades (5 minutos finais).

O programa será implementado de acordo com o estabelecimento de um protocolo com a escola, e decorrerá na aula de Formação Cívica ou outra, na presença do respetivo/a Diretor/a de Turma, e com caráter quinzenal. O objetivo é a realização de um mínimo de 15 sessões, durante o ano letivo, e a aplicação do programa na mesma turma em dois anos letivos consequentes.

Quais os objetivos?

Assim, a intervenção com jovens no contexto das sessões do Projeto visam:

  • Aumentar a sensibilidade dos/as jovens para o respeito pela diferença e pela Igualdade de Oportunidades e empoderá-los/as, construindo-se como sujeitos e agentes da sua própria mudança;
  • Contribuir para a tomada de consciência quanto aos temas desenvolvidos;
  • Capacitar os/as jovens na recusa efetiva da violência como forma de relacionamento entre géneros sensibilizando para novos comportamentos e prevenindo a violência de género;
  • Desenvolver com os/as jovens valores, atitudes e princípios saudáveis, no sentido de os capacitar a construir relações afetivas, de amizade e de trabalho assentes na paz e no respeito por si mesmos/as e pelos/as outros/as;

Quais os temas explorados?

Por conseguinte, os objetivos anteriormente referidos deverão ser alcançados no decurso das sessões promovidas pelas técnicas do projeto, e nas quais serão explorados os seguintes temas:

  • Direitos Humanos;
  • Direitos das Crianças;
  • Direitos das Mulheres;
  • (Des)Igualdades de Género;
  • Naturalizações e causas de violência na sociedade
  • Violência Doméstica;
  • Violência no Namoro;
  • Violência na escola ;
  • Mobbing e assédio sexual;
  • Treino de competências pessoais e sociais;
  • Tomada de decisão e resolução de Problemas;
  • Regulação emocional;
  • Empowerment (empoderamento).

Estes são os temas propostos pelo Projecto, contudo poderão ser trabalhados outros, de acordo com as necessidades e interesses dos grupos-turma.

Joomla Templates by Joomla51.com